Mandamentos: Raymond Carver e Tchekov

Em seu texto “Sobre o ato de escrever”, Carver elenca seus mandamentos como escritor; 1) não tentar sempre dominar o assunto, permitir-se a perplexidade; 2) precisão fundamental no discurso; 3) nunca usar truques; 4) saber valorizar os pontos finais; 5) escrever um pouco todo dia, sem esperança ou desalento. Tchekov, numa carta de maio de 1886, antes elencara os dele e as semelhanças com os de Carver são evidentes: 1) não incluir efusões sociopolíticas; 2) objetividade do começo ao fim; 3) ser verdadeiro na descrição dos personagens e das coisas; 4) extrema brevidade; 5) audácia e originalidade – evitar clichês; 6) ter um coração generoso.

Introdução de 68 CONTOS DE RAYMOND CARVER.

About Alexandre Rodrigues

Alexandre Rodrigues não acredita no terceiro segredo de Fátima.
This entry was posted in Insanidade. Bookmark the permalink.

2 Responses to Mandamentos: Raymond Carver e Tchekov

  1. Amanda says:

    Meus favoritos são:
    5) escrever um pouco todo dia, sem esperança ou desalento
    e
    6) ter um coração generoso

    de quando é o texto do Carver?
    Beijão!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s