Veja se você lê essa matéria

Intercambiáveis, seus heróis parecem estar em todos os textos. Nem sempre ativos, mas certamente ali, observando, às vezes servindo de “escada” para outros, talvez como coadjuvantes, ou mesmo, sim, protagonistas mais de uma vez. Burocratas, desempregados, tarados, psicopatas, entediados, não importa. Eles estão, mesmo sem querer, inseridos num cotidiano de repartição pública, de tal forma massacrante, que nenhum absurdo parece assim tão improvável.

Logo, como nos universos fantásticos descritos por Roald Dahl ou filmados por Terry Gilliam, nada mais natural que existir um homenzinho dentro da lâmpada comprada por um resignado corretor de imóveis que vive num apartamento infestado de baratas. Algumas, albinas. Ou um sujeito acabar isolado numa sala quando irrompe em uma interminável crise de choro em pleno expediente.

Ficou boa essa resenha da Zero Hora sobre o lançamento do livro.

Lançamento hoje, Cult Bar (Comendador Caminha, 348, Moinhos de Vento), às 19h.

About Alexandre Rodrigues

Alexandre Rodrigues não acredita no terceiro segredo de Fátima.
This entry was posted in Ego. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s