Murilo Franz Rubião Kafka

Sempre aceitei a literatura como uma maldição. Poucos momentos de satisfação ela me deu. Somente quando estou criando uma história sinto prazer. Depois é essa tremenda luta com a palavra, é revirar o texto, elaborar e reelaborar, ir para a frente, voltar. Rasgar.

Achei uma estranha entrevista com Murilo Rubião – não tem perguntas, só  respostas – no prefácio de O pirotécnico Zacarias. Ao contrário do que esperava, mesmo que o livro tenha vendido mais de 100 mil exemplares nos anos 70, é extremamente difícil de achar. Tem apenas 50 páginas e dez contos.

Ele conta ter ouvido falar de Kafka pela primeira vez apenas quando o primeiro livro já estava escrito. Não nega a semelhança e acha que o tcheco, como ele, foi influenciado pelo Velho Testamento.

About Alexandre Rodrigues

Alexandre Rodrigues não acredita no terceiro segredo de Fátima.
This entry was posted in literatura. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s