Orwell não tinha medo do colesterol

13.1
Dois ovos (135 desde 26.10.38.)

12.1
Três ovos.

11.1
Um ovo.

9.1
Dois ovos. Vi um grande bando de green plover (um parente distante do martim pescador), aparentemente o mesmo que na Inglaterra. Claras, as tardes são razoavelmente quentes.

8.1
Três ovos.

Enquanto fazia apontamentos, George Orwell também registrou a quantidade de ovos ingeridos em seus diários, agora publicados como blog. Os posts vão ao ar nos dias exatos em que foram escritos, setenta anos atrás. Na média, eram dois ovos por dia.

Dica do Gallas, que não tem um blog e, pelo que sei, nem um diário.

About Alexandre Rodrigues

Alexandre Rodrigues não acredita no terceiro segredo de Fátima.
This entry was posted in literatura, Uncategorized. Bookmark the permalink.

One Response to Orwell não tinha medo do colesterol

  1. Rudi says:

    Eu gosto de 1984, mas acho que o único bom livro dele mesmo é A Revolução dos Bichos.

    Mas concordo um pouco que ele é superestimado. Orwell é cultuado pelas razões erradas.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s