Tudo o que você queria saber sobre Alexandre Rodrigues e tinha vergonha de perguntar

Há alguns dias amigos fazem listas sobre si mesmos no Facebook. Embora seja meio boba, era domingo, meu braço finalmente parou de doer e estava feliz de poder usar computador de novo.

Se tivesse feito a mesma lista cinco anos atrás não colocaria metade do que está aqui. Provavelmente daqui a cinco anos metade não estará.

(Fato não explicado: por que 25? Dado a analisar mais adiante: como dezenas de pessoas conscientes e de bom discernimento sucumbem tão docilmente a uma bobagem criada por uma rede social).

1- Só sou consumista com livros, nada mais. Tenho a melhor biblioteca entre as pessoas que conheço. Tenho praticamente todos os livros que sempre quis ter.

2 – Tenho medo de morrer de câncer.

3 – De Echo & The Bunnymen e Jesus and Mary Chain em 87 a White Stripes e Arcade Fire em 2005, vi todos os shows que valiam a pena ter visto, exceto o do Pixies em Curitiba. Só falta Leonard Cohen.

4 – Aprendi violão, piano, xilofone e theremin sozinho.

5 – Gosto de literatura fantástica, mas se alguém usar a expressão “literatura fantástica” perto de mim leva um peteleco na testa.

6 – Se tivesse conhecido Kurt Vonnegut, teria me abraçado aos joelhos dele e dito “obrigado, obrigado…”

7 – Fico melhor imberbe, mas já tive uma barba de mais de um palmo.

8 – A única vez em que chorei por causa de um filme foi vendo Cocoon.

9 – A única vez em que chorei por causa de um livro foi com Os meninos da Rua Paulo. Chorei quando tinha doze anos. Ano passado, com a edição da Cosac & Naify nas mãos, reli a morte de Nemecsec e chorei de novo. Mas acho que foi porque não posso mais ter doze anos.

10 – Prefiro toda a vida navios a aviões. Olhar da amurada a chegada a um porto causa uma bela sensação. Avião perde a graça depois da quarta ou quinta viagem.

11 – Nunca disse eu te amo sem que fosse verdade.

12 – Tento agir como um cavalheiro mesmo quando não consigo.

13 – Todas as mudanças mais significativas da minha vida eram completamente inimagináveis seis meses antes.

14 – Já falei com Paul McCartney e Paul McCartney falou comigo.

15 – Quando era repórter no Rio, vi tantas pessoas assassinadas e de tantas maneiras que isso removeu parte da minha humanidade. Quando quero, posso me desligar e não me importar com nada e nem com ninguém. A minha luta eterna é para não ser mais assim.

16 – Tenho por princípio sempre falar a verdade.

17 – Sou capaz de qualquer bobagem, qualquer ato, por amor. E apenas por amor.

18 – Estou dez anos atrasado. Perdi dez anos da minha vida trabalhando feito um alucinado e construindo uma carreira dos vinte aos trinta. Aos trinta, joguei minha carreira fora, me mudei para Porto Alegre e vivi tudo que tinha que viver aos vinte. Agora vivo o que tinha de viver aos trinta.

19 – A priori, prefiro gatos a humanos. Mas viver com gatos e humanos é bem melhor.

20 – Tinha certeza de que seria loser, sozinho e pobre em poucos anos. Não aconteceu e agora não sei mais nada.

21 – Sou capaz de amar um livro ou a obra de um escritor com quase a mesma intensidade com que amei qualquer mulher.

22 – Sou tão tímido que me torno um alucinado. Em 90% das vezes em que beijei uma mulher pela primeira vez foi no momento mais impróprio, simplesmente porque não tinha mais o que dizer ou fazer.

23 – Fico totalmente desconcertado diante de uma mulher muito bonita.

24 – Há algum tempo descobri que não são perfeitos, mas tenho os amigos que sempre quis ter. E me sinto privilegiado por tê-los.

25 – Duas coisas essenciais para se dizer depois da minha morte: não foi um cínico, nem superficial.

About Alexandre Rodrigues

Alexandre Rodrigues não acredita no terceiro segredo de Fátima.
This entry was posted in Ego. Bookmark the permalink.

8 Responses to Tudo o que você queria saber sobre Alexandre Rodrigues e tinha vergonha de perguntar

  1. Marina says:

    O 24 é o melhor de todos. Quem é Kurt Vonnegut?

  2. tati rosa says:

    serviria, com igual arrependimento, pra mim:
    “exceto o do Pixies em Curitiba”. Ainda ontem chorei o leite derramado.

    lindas respostas.

  3. Pellizzari says:

    “Tenho a melhor biblioteca entre as pessoas que conheço”.

    LET THE CARNAGE BEGIN

  4. alexandre r. says:

    sabia que o senhor iria se manifestar!

    a tua é melhor, mas quero me manter um otimista.

  5. Caroline Andreis says:

    A dele é a melhor de Garopaba.

    HASHASUASHASUASHASAU (= RISADA DO MAL)

  6. Gustavo says:

    Clap Clap Clap

    .

  7. Pingback: Cinco filmes que me envergonham « gabinetedentario.org

  8. Lidiane says:

    Provavelmente você não vai ficar desconsertado ao meu lado . O que é bom, já que vou pedir emprestado alguns livros que não tem na minha estante. Salvo os de “literatura fantástica”, porque esses, prefiro sempre comprar. Uma pena que não tenho tido tempo de ler todos os que quero, já que ao contrário de você, ainda não abandonei a fase “trabalhar como uma alucinada”.
    É a vida…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s