Monthly Archives: October 2007

(No que faço a primeira e única confissão neste blog a respeito do passado e do jornalismo) Numa das fases de repórter, eu percorria todos os dias dez delegacias de polícia da Baixada Fluminense, sendo submetido, como é de se … Continue reading

Posted in Insanidade | Leave a comment

O nariz

Acordou com um amargo na boca. Isabel ainda dormia. Por um momento Sérgio pôde admirá-la com a lentidão de que nunca desfrutava quando estava acordada. Percorreu as pequenas marcas em seu rosto. As reentrâncias em volta da boca. A cicatriz … Continue reading

Posted in Conto | Leave a comment

Aqui o início do artigo/pensata inspirado em um post sobre o fechamento da Livraria do Arvoredo e publicado na edição deste mês da revista Aplauso. O texto integral só na edição impressa.

Posted in Mondo corporativo | Leave a comment

Liniers.

Posted in Mondo | Leave a comment

Amor

“The bottom line is that (a) people are never perfect, but love can be, (b) that is the one and only way that the mediocre and vile can be transformed, and (c) doing that makes it that. We waste time … Continue reading

Posted in Palavras | Leave a comment
Posted in Mondo corporativo | Leave a comment

Pessoas que seguem pessoas*

EU SOU Alice e sigo pessoas na rua. Comecei há três semanas. Não esperem nenhuma lógica disso. Não há uma ciência em seguir as pessoas. Escolho uma e vou atrás, esperando qualquer coisa interessante. Viver um pouco da vida alheia, … Continue reading

Posted in Conto | 1 Comment